A importância do folclore para a cultura brasileira

No próximo sábado (22 de agosto) é comemorado o Dia do Folclore, um elemento riquíssimo da cultura brasileira. Esta data foi criada no ano de 1965 por meio de um decreto federal onde decidiram criar uma data comemorativa para valorizar as histórias e os personagens do folclore brasileiro. Já no estado de São Paulo, um decreto estadual tornou o mês de agosto como o mês do folclore. Tudo faz parte da investida de mantermos vivas nossas características que nos acompanham há muitas gerações. Com isso, conheça um pouco mais sobre o folclore brasileiro.


O termo folclore é a junção de duas palavras inglesas, “folk” significa “povo” e “lore” significa “conhecimento”. Formando assim “Folklore” que quer dizer conhecimento popular. Palavra criada por William John Thoms, um pesquisador europeu, que enviou uma carta à revista The Athenaeum, de Londres onde o termo “Folklore” foi usado e desde então passou a ser utilizado para se referir as tradições, costumes, crenças e superstições do povo, logo depois este termo foi usado para intitular toda cultura que vem das classes populares.

No Brasil, após a reforma ortográfica de 1934, a palavra perdeu a letra “k” e se tornou o que é hoje, folclore.

O folclore é constituído pelas tradições, lendas e festas, sendo uma história não comprovada de um povo que são repassadas por encenações e imitações ou via oral. Todos os povos de diversas nações mantém viva as tradições folclóricas, aqui no Brasil cada uma das 5 regiões possuem seus folclores, alguns semelhantes, outros diferentes, mas o importante é que a imaginação e a cultura estejam sempre presente.


Folclore são músicas, danças, festas, forma de linguagem, rimas, provérbios, quadrinhas, piadas, literatura de cordel, trava-língua, costumes, brincadeiras, lendas, mitos e contos, crenças, superstições, arte, artesanato e muito mais.

O folclore brasileiro é considerado um dos mais ricos do mundo, que se constituiu ao longo dos anos, com a maior parte pelos índios, brancos e negros, sendo muito diversificado contando com características das culturas portuguesa, africana e indígena. As diversas formas de folclore brasileiro foram passando de geração em geração e hoje todos nós conhecemos as histórias que nossos tataravós também conheceram, nossos filhos também conhecerão assim como nossos netos, se essa cultura tão rica não acabar morrendo.


Todo mundo já teve contato com as histórias do folclore brasileiro. Quem nunca ouviu falar sobre o Saci Pererê, Curupira, Boto Cor-de-Rosa, entre outros?

Separamos os principais ícones do folclore brasileiro para você conhecer ou relembrar das melhores histórias.

- Saci Pererê

O Saci é o personagem mais famoso do folclore brasileiro. Ele é um garoto que tem uma perna só, usa um gorro vermelho, vive fumando seu cachimbo e aparece e desaparece quando quer dentro do seu rodamoinho. Travesso e muito brincalhão, se diverte aprontando com pessoas e animais. Em alguns locais é retratado como uma figura ruim e em outros apenas como um moleque endiabrado.

- Curupira

Ele é um pequeno índio defensor das matas, que surge e aparece de repente para confundir e assustar os caçadores e agressores da mata. Suas principais características são seus cabelos vermelhos, seus pés virados para trás que serviriam para confundir a direção que tomou e os ruídos misteriosos que ele emite.

- Mula Sem Cabeça

Existem muitas versões para a lenda da Mula Sem Cabeça, a mais conhecida é que qualquer mulher que namorasse um padre se transformaria em mula sem cabeça, uma espécie de castigo para quem cometesse esse pecado. O encanto só pode ser quebrado se alguém tirar o freio de ferro que a mula usa, assim aparecerá uma mulher arrependida pelo o que fez.

 

- Boto Cor-de-Rosa

Esta é uma lenda da região Amazônica, que conta a história de um boto cor-de-rosa que sai dos rios amazônicos nas noites de festa junina e se transforma em um lindo, alto e forte jovem vestido de roupa social branca, sempre usando chapéu para cobrir seu rosto e disfarçar seu grande nariz. Com seu charme encanta mulheres jovens, as levando para a beira do rio, local onde costuma engravidar as moças, e logo após se transforma novamente no boto e volta para o rio.

Outro ícone principal do folclore brasileiro é o carnaval, que é uma das principais festas do país e ocorre de forma diferente em cada região, com desfiles de escolas de samba e multidões na rua comemorando. Outro exemplo de festa folclórica são as festas juninas, que também possuem diversidade em cada região que são realizadas. Suas músicas, danças e comidas típicas são parte de uma rica cultura brasileira que vem de anos.

Existem milhões de ícones folclóricos em nosso país, esses foram apenas uma pequena amostra de tantas coisas que nossa cultura tem para oferecer.


Para a UNESCO, folclore é sinônimo de cultura popular e representa a identidade social de uma comunidade através de suas criações culturais, coletivas ou individuais, e é também uma parte essencial da cultura de cada nação.

Ele é o modo que um povo tem de compreender o mundo em que vive. Todas estas lendas misturam fatos reais e históricos com fantasia, buscando dar explicação aos acontecimentos misteriosos ou sobrenaturais, eles também servem para passar conhecimento e alertar as pessoas sobre os perigos, defeitos e qualidades do ser humano.

A UNESCO possui um trabalho orientando as comunidades incentivando a continuação da herança folclórica para conservar o verdadeiro significado do folclore local.

Nós da Mochila & Cia sabemos o quanto o folclore é importante para a cultura do nosso país, por isso, preparamos uma promoção especial para comemorar essa data. A Semana do Folclore com 20% de desconto à vista no boleto bancário foi prorrogada até o próximo domingo, 23/08. Aproveite que é em todo o site!